Como ligar alto-falantes com bobina dupla em série e paralelo.

Conheça o Alto-falante de Bobina Dupla.

O alto-falante de bobina dupla já é um velho conhecido de nós brasileiros, mas ainda gera muitos mitos e dúvidas. Para que possamos ter certeza disso, basta que façamos uma única pergunta: O que é e quais são as vantagens de se utilizar um alto-falante de bobina dupla?

A diferença entre um alto-falante de bobina dupla e um de bobina simples consiste na utilização de dois enrolamentos de bobina (duas bobinas), o que possibilita diferentes modos de associação destas bobinas e muitas vezes acaba complicando a vida dos instaladores.

A maneira como utilizamos estes alto-falantes pode implicar em ganhos ou perdas de potência do amplificador. Um ganho de potência pode ser conseguido através de uma associação paralela entre as bobinas, pois ao utilizarmos esta associação teremos um baixo valor de impedância, resultando então em um alto valor de potência. Com isso explicamos o fato de um alto-falante de bobina dupla apresentar um rendimento maior do que um de bobina simples, quando estes estão sendo comparados com um mesmo amplificador.

Já com a associação em série o que ocorre é um aumento de impedância, que resulta em baixo valor de potência. Para que possamos explicar melhor o que ocorre vamos como exemplo o sistema abaixo, onde temos os seguintes equipamentos:

1 alto-falante de bobina dupla (2 x 4 ohms)

1 alto-falante de bobina simples (1 x 4 ohms)

1 Amplificador Mono (1 x 100 Wrms em 4 Ohms)

Para analisarmos as diferentes formas em que o amplificador irá trabalhar, utilizaremos as seguintes fórmulas:

P = U ² / Z P = U x I P = I ² x Z

P = Potência (Watts)

U = Tensão (Volts)

I = Corrente (Ampères)

Z = Impedância (Ohms)

Primeiramente devemos calcular o valor da tensão de saída deste amplificador, para que possamos verificar os diferentes valores de potência apresentados pelo amplificador de acordo com a impedância que teremos na saída.

O fabricante deste amplificador nos fornece a informação de que teremos 100 Wrms quando utilizarmos uma impedância de 4 ohms na saída. Jogando estes dados na primeira fórmula teremos:

100 = T ² / 4

U ² = 100 x 4 = 400

U = 20 Volts

Como o valor da tensão de saída do amplificador é constante e já o temos calculado, podemos encontrar os diferentes valores de potência para cada valor de impedância:

Para o alto falante de bobina simples
Bobina simples P= (20×20) /4=400/4 = 100 Wrms

Para o alto falante de bobina dupla, com as bobinas associadas em série
Bobina dupla (8ohms) P= (20×20) / 8=400 / 8 = 50 Wrms

Para o alto falante de bobina dupla, com as bobinas associadas em paralelo
Bobina dupla (2 ohms) P=(20×20) / 2=400 / 2= 200 Wrms

Com isso, podemos chegar à conclusão de que o alto-falante de bobina dupla pode ser um artifício de incremento de potência sem que sejam alterados os sistemas de amplificação. Por outro lado este também pode ocasionar a queima de um amplificador, pois ao diminuirmos a impedância fazemos com que o amplificador forneça o máximo de potência, resultando em altos valores de corrente na saída do amplificador.

Para utilizarmos corretamente estes alto falantes a dica é conferir sempre a impedância mínima de saída do amplificador (bridge e estéreo) e a impedância de cada bobina do alto-falante, evitando assim futuros problemas.

Segue o esquema de as associações das bobinas de alto-falante com bobina dupla e suas impedâncias finais.

ligacoes-serie-paralelo

FONTE : Bravox

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.





− um = 6